Artigos

Colisões de aves em vidros: precisamos conversar sobre

colisões_aves_passaros_choque_vidro_falar_sobre_ufpr-campanha-1346x757

O Prof. Fabiano  Montiani da UFPR e a Doutoranda Gabrielle Fornazari, em parceria com a DrogaVET, desenvolveram o projeto Entre a Vida e o Vidro, que visa diminuir a incidência de colisão de aves em vidros com uma medida simples e com alto potencial de sucesso.

 

Se você é um amante do mundo animal e se preocupa com nossa fauna, já deve ter parado para refletir sobre os problemas que as aves enfrentam, como a morte por predadores como gatos domésticos e a caça indiscriminada. Mas hoje em dia devido ao aumento da utilização de vidros nas construções civis, a colisão das aves nas janelas, fachadas e muros de prédios ou casas está se tornando cada vez mais frequente.

 


(+) Veja mais: Giárdia canina: o que é e como tratar?


Estima-se que cerca de 1 bilhão de aves morrem anualmente ao colidir com construções/vidros nos EUA de acordo com a ABC Birds. Não temos estatísticas no Brasil, mas acredita-se que a taxa de mortalidade é muito alta.

 

Um dos grandes problemas é a utilização do vidro transparente ou refletivo em forma extensiva na parte externa de prédios, não sendo reconhecidos pelas aves como obstáculos a serem desviados. Ainda, em casas, a substituição de muros comuns por placas de vidro também está contribuindo para o aumento deste tipo de acidente.

 

O que fazer?

 

A pergunta que vem à nossa mente é: o que fazer? Afinal, a utilização do vidro transparente está cada vez mais comum nas construções atuais. Por isso, é importante que sejam estudadas e viabilizadas alternativas para solucionar esse problema, ou ao menos diminuir a incidência desses acidentes.

 

Nesse sentido, o projeto Entre a Vida e o Vidro desenvolveu uma solução simples, mas com um grande potencial: “adesivar” os vidros com imagens coloridas, a fim de tornar perceptível ao passado e possibilite-o desviar.

 

Os adesivos são coloridos e em formatos de pássaro, ou seja, também servem como item de ornamentação para os mais apaixonados pelos animais, garantindo que a estética não se torne poluída.

 

O projeto Entre a Vida e o Vidro

 

O Entre a Vida e o Vidro é uma iniciativa do Prof. Dr. Fabiano Montiani Ferreira da UFPR e da Doutoranda Gabrielle Fornazari – Universidade Federal do Paraná – que em parceria com a DrogaVET – farmácia de manipulação veterinária pioneira no segmento, traz até você uma das possíveis soluções para evitar acidentes de aves em vidros.

 

O projeto consiste na conscientização e distribuição dos adesivos para a população, além de disponibilizar um site específico sobre o problema com maiores informações, como agir, o que fazer com o animal debilitado, entre outros: http://www.prppg.ufpr.br/entreavidaeovidro/. No site também é possível registrar as colisões das aves nas vidraças, contribuindo assim para a criação das primeiras estatísticas consistentes no país, além de tornar possível definir as lesões mais comuns decorrentes do problema.

 

Para ter acesso aos adesivos, basta visitar a unidade DrogaVET mais próxima – 38 unidades pelo Brasil, encontre a mais próxima de você: https://www.drogavet.com.br/unidades/ – e retirar diretamente no balcão.


(+) Veja mais: Você sabe quais são as doenças PET do verão? Clique, conheça e saiba como prevenir


 

Cuidar das aves é um dever do ser humano

 

Sem dúvidas, as aves foram os animais que mais sofreram intervenção humana em seu habitat natural. Devido ao desenvolvimento da sociedade, acabamos por mudar a vida e o comportamento das aves.

 

Com os números cada vez mais altos e os problemas se tornando cada vez mais recorrentes, é necessário conversar cada vez mais sobre o assunto e tentar fazer a sua parte! Afinal, somos todos apaixonados pelo mundo animal!

 

Mais informações sobre os adesivos, formas de prevenção, registro e outros pontos importantes, você pode encontrar no site específico do projeto.

Veja outros artigos nas mesmas categorias:

One thought on “Colisões de aves em vidros: precisamos conversar sobre

Leave a Reply