Artigos

Doenças PET no verão: cuidados necessários na época

doenças_pet_verão_drogavet

Tutor, mudanças de estações e as bruscas alterações no clima são sinônimos de problemas ao seu pet. Por isso, é necessário ficar atento às doenças de verão, pois o a mudança climática favorece a proliferação de bactérias da época e os hábitos da estação podem fazer com que seu pet fique exposto a novas doenças.

 

Não apenas os raios solares e o calor em si trazem grandes problemas – você pode encontrar maiores informações sobre isso no nosso último conteúdo, basta clicar aqui – mas também é necessário tomar muito cuidado com os passeios que são feitos. Como exemplo, podemos imaginar uma ida à praia: o pet fica exposto à areia, terrenos com lama, esgotos, entre outras questões.


(+) Veja mais: Como aliviar o calor do seu pet no verão? Clique e descubra!


 

Então, surge a grande pergunta: que cuidados são necessário para evitar as doenças de verão no seu pet? Continue a leitura e descubra!

 

É preciso conhecer as doenças

 

Antes de mais nada, para ser possível se precaver é necessário saber um pouco mais sobre o desafio que irá enfrentar. Abaixo, você vai conhecer as principais doenças do verão:

 

  • Infestações por carrapato, que podem ocasionar graves doenças
  • Dirofilariose (verme do coração)
  • Infecção por pulgas
  • Doenças de pele
  • Cinomose
  • Leptospirose
  • Parvovirose
  • Giardíase
  • Calicivirose

 

Essas são as principais doenças pet do verão, mas existem outras que você deve estar atento. Por isso, ao sinal de qualquer problema, não hesite em buscar um diagnóstico de um profissional da área, bem como uma forma de tratamento eficaz.

 

Afinal, quais os cuidados necessários?

 

As doenças que o verão pode trazer para o seu pet são complicadas, não é mesmo?! É mais do que preciso atenção e muito cuidado. Então, sem mais delongas, vamos aos cuidados necessários!

 

Hidratação e tempo em contato com o sol/calor

 

Verão é sinônimo de muito calor, e por consequência, necessidade de hidratação. Deixe sempre o pote do seu pet cheio de água para evitar problemas e para ele conseguir se aliviar sempre que achar necessário. Também indicamos que passeios sejam feitos em horários fora do pico do sol – antes das 10h00 e após às 17h00 – para evitar a hipertermia e doenças de pele como o câncer. Indicamos que seja realizada a tosa em animais com mais pelo e também o uso de protetor solar especial para pets.

 

Vermífugos

 

Como falamos anteriormente, contato com novos ambientes como a praia, por exemplo, podem trazer a infecção por vermes em seu pet. Então não esqueça: renove a dose de vermífugo do seu companheiro.

 

Observação

 

Observar o seu pet e identificar possíveis sinais clínicos é uma tarefa indispensável. Fique de olho no seu amigo e ao sinal de qualquer mudança/sintomas leve-o a um veterinário para um diagnóstico assertivo.

 

Cuidado na piscina

 

Quem tem piscina em casa pode ter o costume de brincar na água junto com o pet. Não há problema nessa ação, porém, a ingestão de água com cloro pode trazer problemas ao organismo do seu pet. Certifique-se de que o problema não ocorra.


(+) Veja mais: Shampoo em pó: novidade para o banho do seu pet


 

Check-up pré-viagem

 

O seu pet vai acompanhar você em sua viagem? Então é necessário um check-up com, pelo menos, um mês de antecedência à data. O médico veterinário irá examinar o seu pet e propor os cuidados necessários, bem como entender a situação à qual o pet será exposto e indicar cuidados adicionais.

 

Cuidado e acompanhamento são indispensáveis

 

Como um bom tutor, é indispensável o cuidado com o animal, provendo as idas ao veterinário, medicações necessárias e entender o risco ao qual o pet está exposto, assim como acompanhar diariamente os sinais clínicos que ele manifesta.

 

Então, muita atenção e tenha a DrogaVET como sua aliada nesse desafio!

Veja outros artigos nas mesmas categorias:

3 thoughts on “Doenças PET no verão: cuidados necessários na época

Leave a Reply