Artigos

Doenças de pele: meu PET se coça muito

Você sabia que as doenças de pele estão entre as principais causas da visita de tutores de cães e gatos à clínica veterinária? As coceiras intensas podem surgir e ter diversas causas. Seu animalzinho pode se coçar simplesmente por ter uma pulguinha, ou por processos alérgicos desencadeados pelo contato de substâncias irritantes presentes em produtos de limpeza, uso de shampoos ou cosméticos inapropriados para animais, entre outras causas.

A avaliação de um médico veterinário especialista, é muito importante para realizar o diagnóstico correto de forma precoce e assertiva. Quer entender mais sobre as doenças de pele e como controlar a coceira intensa que ela apresenta? Continue a leitura e saiba como ajudar seu amigo!

Coceira intensa e prurido

As inflamações na pele ocorrem devido a um processo inflamatório crônico que provoca coceira intensa e forma lesões por todo o corpo. Estas lesões podem se complicar, uma vez que retiram a barreira de proteção da pele do animal e podem ocorrer infecções por bactérias ou fungos, gerando bastante mal-estar.

Problemas na pele podem parecer a princípio algo simples, porém quando o quadro se complica o desconforto é enorme. Alguns tutores relatam que seus PETs deixam de dormir e até comer para se coçarem, prejudicando a qualidade de vida deles e de quem convive. Quem já presenciou casos como esse, sabe como é desesperador ver um animalzinho não conseguir parar de se coçar.


(+) Veja mais: Insuficiência Renal: como tratar e cuidar do seu PET


Sintomas

O sintoma mais significativo é a coceira, mas é importante ficar atento a todos os sinais:

  • Coceira intensa;
  • Lesões avermelhadas na pele;
  • Lesões em regiões sem pelos (barriga, ao redor dos olhos, virilha);
  • Combinação de outros processos alérgicos, como otite, rinite, etc.

Principais causas

Acredita-se que os fatores genéticos representam a principal causa envolvida no processo de doenças associadas a pele. No entanto, a ocorrência de alguns gatilhos são os responsáveis por desencadear as crises de coceira intensa. Os animais atópicos, apresentam uma deficiência na composição da proteção da pele, aumentando a predisposição de processos alérgicos. O contato com substâncias irritantes ou até mesmo a presença de uma pulga pode desencadear um processo inflamatório crônico, causando pela coceira intensa e descontrolada.


(+) Veja mais: Otite externa: dicas e cuidados com a limpeza correta


Diagnóstico

A avaliação feita por um dermatologista veterinário é muito importante, pois não existe ainda um exame específico para fechamento do diagnóstico destas doenças. Em alguns casos, além da avaliação física são necessários exames complementares, como por exemplo raspados de pele, biópsia de pele, entre outros. O veterinário poderá solicitar o uso de alguns medicamentos específicos para observar a resposta no seu pet e assim poderá indicar o e melhor tratamento.

Controle da Coceira

As doenças associadas a pele ainda não têm cura, porém é possível controlar os sintomas e garantir o bem-estar e qualidade de vida do seu amigo. Todas as complicações ocorrem quando a coceira não é controlada, desta forma é fundamental combatê-la com o uso de medicamentos tópicos e/ou orais indicados pelo veterinário.

Acredita-se que o desencadeamento do processo inflamatório na pele destes animais, pode ocorrer pela hidratação inadequada. Portanto estes PETs merecem cuidados especiais na hora do banho para garantir que a hidratação da pele seja feita da forma certa. Até a temperatura da água deve ser controlada, pois a água quente pode provocar mais lesões por causar ressecamento no local.


(+) Veja mais: Hiperadrenocorticismo em PETs: como prevenir e tratar


Para controlar a coceira podem ser usados hidratantes específicos, anti-histamínicos, corticoides, antibióticos e antifúngicos, porém só devem ser aplicados se forem prescritos pelo veterinário especialista.

Para Veterinários

Entendemos a complexidade de diagnosticar e tratar um animal com doenças de pele. Desta forma, a DrogaVET está sempre a frente contribuindo com pesquisas, disponibilizando ativos para o tratamento através de diversas formas farmacêuticas de uso oral e tópico, para garantir melhores resultados.

Sabemos os riscos do uso indiscriminado de medicamentos, principalmente dos corticoides, e por isso queremos te contar a novidade que já temos disponível para a manipulação em diversas formas farmacêuticas de uso tópico, na concentração que desejar: o ativo Furoato de Mometasona. Este ativo é considerado um corticoide muito potente e de baixíssima absorção local, que representa maior segurança com excelentes resultados sem provocar efeitos colaterais. É possível associar este ativo em diversas formulações tópicas, para aplicação na pele e ouvidos. Leia mais a respeito neste material, clique aqui para baixar.

Lembre-se que temos uma Equipe de Veterinários e Farmacêuticos a disposição para dúvidas ou sugestões de nossos tratamentos disponíveis para garantir o melhor resultado.

Manipulado DrogaVET

Tutor, o uso adequado de medicamentos manipulados resultam em maior comodidade, praticidade e economia. Ainda por cima pode se tornar um momento divertido, na hora de aplicar ou dar o remédio para seu amigo, e assim garantir melhores resultados e eficácia do tratamento.

O Manipulado DrogaVET, presente no mercado há 15 anos participa e promove pesquisas científicas, sempre a favor do amor que temos pelos animais, para garantir sua saúde e bem-estar e a conscientização do cuidado com nossa fauna.

Agora já sabe! Se seu PET precisar de qualquer medicamento, conte conosco! Realizamos entregas em domicílio.


(+) FAÇA SEU ORÇAMENTO – RÁPIDO E FÁCIL! Clique aqui


Acesse o canal DrogaVET no Youtube!

VEJA MAIS E SE INSCREVA NO CANAL: DrogaVET – Saúde Animal

Veja outros artigos nas mesmas categorias:

Leave a Reply