Artigos

Oftalmologia: técnicas e cuidados para a saúde dos olhos

Com o avanço da medicina veterinária, diversas especialidades surgiram para melhorar a qualidade do atendimento aos animais. A Oftalmologia Veterinária representa muito bem este avanço, ganhando cada vez mais espaço na agenda dos tutores, e preferência na escolha como especialização de muitos veterinários. Para quem deseja se especializar na área, existem diversos cursos de pós-graduação em grandes instituições e programas de residências, além de cursos e congressos direcionados para esta especialidade.

Já os tutores podem contar com médicos veterinários cada vez mais especializados e recursos modernos para o diagnóstico e tratamento como, por exemplo, a cirurgia de catarata, que atualmente é mais segura e menos invasiva. Além disso, a área já conta com estudos da genética, para compreensão das patologias oculares em raças predispostas, opções cirúrgicas para glaucoma e algo bem recente: a cirurgia de retina.

Com a evolução dos equipamentos e das técnicas cirúrgicas é possível identificar o melhor tratamento para as diversas doenças oculares, garantindo mais saúde para os olhos dos pets. Quer saber mais sobre problemas relacionados e os cuidados necessários? Continue a leitura!

Doenças mais comuns

Problemas oftalmológicos que surgem com mais frequência:

  • Glaucoma;
  • Catarata;
  • Ceratoconjuntivites;
  • Doenças das pálpebras e cílios;
  • Uveíte;
  • Úlcera de Córnea.

O Glaucoma é uma doença intraocular caracterizada pela lesão no nervo óptico, geralmente relacionada ao aumento da pressão interna do olho. A grande maioria dos casos é assintomático, o que torna a doença perigosa. Sinais de sensibilidade e dor na região dos olhos podem ser indícios desta doença, que pode levar a cegueira se não diagnosticada a tempo.


(+) Veja mais: Dermatite Atópica: o que é e como tratar


A Catarata é bastante conhecida pelo aspecto esbranquiçado que o olho aparenta, bloqueando parte da visão do animal. A doença encontra-se entre as principais causas de cegueira em cães. E o único tratamento efetivo que existe atualmente para a catarata é sua remoção cirúrgica.

O avanço da tecnologia tem facilitado o diagnóstico do glaucoma e da catarata, tornando-os mais rotineiros nos consultórios veterinários.

As úlceras na córnea ocorrem quando algo machuca a superfície do olho do animal, como o contato de algo perfurante como uma planta ou galho de árvore, um arranhão de outro animal ou do próprio pet, ou ainda a entrada de algum corpo estranho. A infecção ocular causada por bactéria, vírus, produtos químicos ou calor também pode causar lesões na córnea.

A uveíte é uma inflamação na úvea, que é constituída por íris, corpo ciliar e coróide. Na maioria dos casos é um processo secundário a doenças sistêmicas. Já a ceratoconjuntivite seca é a falta ou redução da produção de lágrima, que resulta em inflamação e comprometimento da saúde da córnea.

Como perceber que algo não vai bem

O tutor deve estar atento a sinais como secreções, inchaço e vermelhidão na região dos olhos. É normal existirem algumas secreções, mas em pouca quantidade e sem mau cheiro. Outras manifestações que merecem atenção: pálpebras mais fechadas do que o normal, edema, coceira e manchas nos olhos. É importante sempre observar os olhos do seu pet, se notar algo diferente, é o momento de procurar o oftalmologista.


(+) Veja mais: Doenças oculares: aprenda como cuidar dos olhos do seu Pet


Algumas raças são mais predispostas a alterações oftálmicas, como Boxer, Shih Tzu, Lhasa Apso, Pequinês, Pug, Bulldog inglês, Bulldog Francês e Boston Terrier. Essas raças são braquicefálicas, ou seja, possuem diferenças anatômicas e seus olhos ficam mais expostos, aumentando a chance de ressecamento ocular. Nesses casos, inclua na rotina de cuidados a visita ao veterinário especialista.

Prevenção

Alguns cuidados são necessários para prevenir lesões e problemas oculares, principalmente nas raças braquicefálicas. Verifique se os pelos do animal não estão entrando em contato com os olhos frequentemente, evite exposição excessiva ao vento durante os passeios de carro e nunca utilize produtos que não tenham sido prescritos pelo veterinário.

Em muitos casos, o oftalmologista pode indicar colírios como forma de prevenção, pois olhos lubrificados são mais difíceis de serem lesionados e sofrerem ressecamento. Por isso, é fundamental realizar consultas periódicas, no mínimo uma vez ao ano, com um oftalmologista veterinário para tratar da saúde dos olhos do seu pet e prevenir possíveis doenças.


(+) Veja mais: Giárdia Canina: o que é, como evitar e como tratar


Tratamento

Diversas doenças oculares têm sido tratadas com medicamentos manipulados. As inflamações nos olhos, por exemplo, são uma das causas mais comuns para os veterinários indicarem o uso de colírios e pomadas. E existem diferentes tipos indicados para o tratamento de doenças como a conjuntivite, catarata e inflamações.

Apenas o médico veterinário poderá receitar a melhor opção do medicamento oftálmico para o seu pet. Dessa forma, o tratamento será mais eficaz e adequado as necessidades do animal.

CBOV – Congresso Brasileiro de Oftalmologia Veterinária

A DrogaVET participa e patrocina oficialmente o XVI Congresso Brasileiro de Oftalmologia Veterinária, que acontece em Brasília, de 29 a 30 de março. Visite o nosso stand!

XVI Congresso Brasileiro de Oftalmologia Veterinária

Data: de 29/03/19 a 30/03/19

Horário:  das 7h30 às 18h (dia 29) e das 8h às 20h (dia 30)

Local: Brasília Palace Hotel

Mais informações: www.confressocbov.com.br

Manipulado DrogaVET

Tutor, os medicamentos manipulados trazem mais praticidade, comodidade e economia, além de garantir um tratamento descomplicado, divertido e eficaz para o animal. O Manipulado DrogaVET® está presente há mais de 14 anos no mercado, promovendo pesquisas científicas e atuando em prol da saúde animal e a conscientização do cuidado com nossa fauna

Se o seu PET estiver precisando de algum medicamento, conte com a gente! Entregamos diretamente em sua casa.


(+) FAÇA SEU ORÇAMENTO – RÁPIDO E FÁCIL! Clique aqui


 

Acesse o canal DrogaVET no Youtube!

VEJA MAIS E SE INSCREVA NO CANAL: DrogaVET – Saúde Animal

 

 

Veja outros artigos nas mesmas categorias:

Leave a Reply