Artigos

Leucemia felina: como prevenir, identificar e tratar

Uma doença exclusiva dos felinos, a leucemia felina, também conhecida como FELV (Feline leukemia vírus) é causada por um vírus que pode ser contraído pelo contato com a saliva, urina ou fezes dos animais infectados.

A leucemia felina é uma infecção altamente contagiosa que pode diminuir a expectativa de vida do seu bichano caso não seja identificada precocemente. Isso porque a doença afeta diretamente o sistema imunológico do animal, aumentando a vulnerabilidade para outras infeções.

Quer saber mais sobre a leucemia felina? Continue a leitura!

Como ela se manifesta?

Por ser uma infecção que atua principalmente no sistema imunológico do animal, existem sinais clássicos da FELV que merecem atenção, são eles:

  • Perda de peso;
  • Diarreia;
  • Febre;
  • Vômitos;
  • Ritmo cardíaco acelerado;
  • Aumento na frequência de urinar;
  • Secreção excessiva nos olhos;
  • Anormalidade nas gengivas;
  • Cicatrização lenta e infecções crônicas em ferimentos na pele.

Cuidado com a transmissão

A leucemia felina também é bastante conhecida por “doença dos gatos amigos”, já que é comum entre os felinos lamber uns aos outros para manutenção da higiene.


(+) Veja mais: Gripe dos Gatos: entenda sobre


Em caso de gatas prenhas, a FELV pode ser transmitida a seus filhotes pelo parto e pelo leite. Atenção para os gatos mais jovens, por apresentarem um sistema imunológico imaturo, são mais suscetíveis a contrair a doença.

Vale ressaltar que arranhões, brigas e respirar o mesmo ar não trazem perigo ao seu animal, desde que não tenham contato físico com secreções, como a saliva.

Como prevenir?

O primeiro passo é confirmar se o seu bichano está livre da doença. Para isso, existe o exame ELISA, que atestará a presença da doença ou não.

Visando diminuir a incidência da FELV, é preciso que seja feita a vacinação.


(+) Veja mais: Doenças hormonais em gatos: entenda sobre


Por ser transmitida exclusivamente através do contato com um animal infectado é recomendável que o seu animal não frequente espaços em que outros gatos não testados circulem.

Uma alimentação balanceada, rica em nutrientes também é muito importante para manter o equilíbrio do sistema imunológico do seu animal.

Existe cura?

Infelizmente não. Mas calma, um gato infectado com a leucemia felina pode ter uma vida normal dependendo da manifestação da doença e dos cuidados adotados. Ao todo são três os tipos de manifestação:

  • Progressiva: o animal começa a apresentar os sintomas, significando que o sistema imunológico foi infectado e não conseguiu resistir a doença.
  • Regressiva: o gato é diagnosticado como portador da doença, mas ela não se alastra. Isso porque logo na fase inicial do contágio o organismo do felino conseguiu erradicar o vírus. Nesse caso o animal pode levar uma vida normal.
  • Latência: o animal é portador da doença, mas não aparece nos exames. Nesse caso, a doença fica armazenada na medula óssea do animal e pode causar outros problemas de saúde.

É importante identificar qual forma da doença se manifesta no seu amigo felino antes de seguir com o tratamento.

Tratamentos para a leucemia felina

O vírus da Leucemia Felina tem sido associado a diversas disfunções do sistema imune, e desta forma sinais clínicos diversos.


(+) Veja mais: Bronquite felina: o que é, como prevenir e tratar


Apesar de não existir uma cura, é possível seguir com um tratamento para amenizar os sintomas do animal com FELV.

Tratamento com antivirais e imunomoduladores. Algumas complicações podem ocorrer, como infecções secundárias devido ao quadro de imunodepressão, sendo necessário muitas vezes o tratamento com antimicrobianos, antifúngicos e antiinflamatórios.

Não deixe espalhar!

A FELV é uma doença altamente contagiosa que pode permanecer escondida por muitos anos. Mesmo com tratamento, a infecção pode nunca deixar o corpo de seu animal.

Por isso é importante que, a partir da confirmação da existência da doença, o gato infectado seja separado de outros felinos e que seu ambiente de convivência seja restringido.

Manipulado DrogaVET

Tutor, os medicamentos manipulados trazem mais praticidade, comodidade e economia, além de garantir um tratamento descomplicado, divertido e eficaz para o animal. O Manipulado DrogaVET® está presente há mais de 14 anos no mercado, promovendo pesquisas científicas e atuando em prol da saúde animal e a conscientização do cuidado com nossa fauna

Se o seu PET estiver precisando de algum medicamento, conte com a gente! Entregamos diretamente em sua casa.


(+) FAÇA SEU ORÇAMENTO – RÁPIDO E FÁCIL! Clique aqui


 

Acesse o canal DrogaVET no Youtube!

VEJA MAIS E SE INSCREVA NO CANAL: DrogaVET – Saúde Animal

Veja outros artigos nas mesmas categorias:

Leave a Reply