Mundo Animal

Por que escolher o medicamento manipulado para o seu pet?

dollarphotoclube

Medicar os pets nem sempre é uma tarefa fácil. Com o paladar sensível, cães, gatos e outros animais geralmente podem se mostrar resistentes para ingerir comprimidos, cápsulas e xaropes. Com fórmulas e sabores personalizados, os medicamentos manipulados são uma solução para facilitar a administração e proporcionar um tratamento mais preciso, tranquilo e até divertido para os pets.

A possibilidade de manipular o medicamento em formato de calda, biscoito, pó, pasta oral e molho com o sabor e o aroma de preferência dos pets não é a única vantagem da manipulação veterinária. A dosagem, de acordo com o peso do animal, é um benefício que assegura uma maior precisão e elimina a necessidade de fracionar o medicamento, por exemplo. Com os manipulados, também é possível associar diferentes ativos em concentrações diferenciadas, como forma de potencializar ou complementar o tratamento. Para pets com restrições ou necessidades especiais, as medicações podem ser manipuladas sem açúcar, corantes ou conservantes. 

E claro: é fundamental seguir as orientações de um médico veterinário de confiança e verificar a possibilidade de manipular o medicamento indicado, garantindo a saúde do animal e um tratamento com eficácia, segurança e qualidade. 

Confira alguns ativos que podem ser manipulados e as sugestões de formas farmacêuticas e combinações:

Actinoquinol

O que é?

É um ativo que tem a capacidade de absorver a luz no espectro UVB, funcionando como um filtro solar para os olhos de cães, gatos, cavalos e outros animais.

Indicações:

  • Hidratação e proteção da superfície ocular, prevenção da lesão actínica em margens palpebrais despigmentadas, inclusive nas doenças autoimunes e imunomediadas;
  • Prevenção de carcinoma de células escamosas das pálpebras;
  • Controle complementar da ceratite superficial crônica.

Sugestões de fórmulas e combinações: 

O actinoquinol pode ser manipulado em forma de colírio, gel ou pomada oftálmica. Também pode ser combinado com o ácido hialurônico e o D-pantenol.

Estanozolol

O que é?

É um derivado sintético da testosterona e atua como anabolizante, aumentando a síntese proteica, a produção de glóbulos vermelhos, o apetite, a força e a vitalidade dos animais.

Indicações:

  • Anorexia, perda de peso, debilidade e perda de tecido adiposo e músculo ósseo
  • Tratamento de quadros de colapso traqueal severo; 
  • Auxiliar no tratamento de doenças crônicas associadas à anemia, aumentando a produção de glóbulos vermelhos.

Sugestões de fórmulas e combinações: 

Pode ser manipulado em forma de filme oral, biscoito, suspensão, calda e outros formatos que facilitam a administração do medicamento. Combinado ao colágeno do tipo II ou UC-II, condroitina e glucosamina, o ativo atua no fortalecimento de cartilagens. Também pode ser utilizado para controle de tosses agudas causadas por estreitamento de traqueia quando combinado ao colágeno do tipo II ou UC-II, clembuterol, codeína, condroitina e glucosamina. 

Lanosterol 

O que é?

Indicações:

O lanosterol é indicado como adjuvante no tratamento de catarata em animais, agindo de forma paliativa ou preventiva. 

Sugestões de fórmulas e combinações: 

O lanosterol é manipulado em forma de colírio e pode ser utilizado em cães, gatos e equinos.

Fludrocortisona

O que é e indicações: 

A fludrocortisona é um ativo utilizado para o tratamento de insuficiência adrenocortical, para a manutenção do equilíbrio eletrolítico. Também pode ser indicado como adjuvante para hipercalemia.

Sugestões de fórmulas e combinações:

É possível manipular em forma de suspensão oral, com os sabores de preferência do pet. 

UC-II

O que é?

É um colágeno do tipo II, não-desnaturado, derivado da cartilagem de frango. O ativo age juntamente com o sistema imunológico para manter as articulações saudáveis, prevenindo e dando suporte para as articulações ósseas.

Indicações:

É indicado para cães, gatos e equinos, no tratamento de:

  • Artropatias (artrite, artrose, osteoporose e outras); 
  • Patologias tendíneas; 
  • Osteodistrofias e condrodistrofias; 
  • Pós-operatório de cirurgias articulares; 
  • Coadjuvante na cicatrização de fraturas e na prevenção de doenças osteoarticulares.

Sugestões de fórmulas e combinações: 

O UC-II pode ser manipulado em formas de biscoitos, cápsulas e sachês para cães e gatos e em pasta oral para equinos, além de suspensão oral e xarope para todas as espécies. O ativo também pode ser combinado com outros medicamentos como Ômega 3, vitaminas D3 e E, Chitosan, Fenilbutazona, Clembuterol, Codeína, Condroitina, Glucosamina, entre outros.  

Micofenolato 

O que é? 

É um medicamento indicado para o tratamento de doenças imunomediadas (autoimunes), especialmente para animais que não toleram outros medicamentos como a azatioprina ou a ciclosporina.

Indicações: 

Anemia hemolítica imunomediada em cães e gatos, glomerulonefrites, miastenia grave, pênfigo foliáceo,  doença inflamatória intestinal em cães e doenças neurológicas. 

Sugestões de formas farmacêuticas:

Pode ser manipulado em forma de biscoito, pasta oral, suspensão, caldas, molhos e cápsulas. 

Xilitol

O que é?

É uma substância que, quando utilizada em doses adequadas, atua contra a formação da placa e do cálculo dentário, além de ser um aliado para o combate à halitose, promovendo mais saúde oral aos cães e gatos. 

Indicações:

Prevenção da halitose e da formação do cálculo dentário.

Sugestões de formas farmacêuticas  e combinações:

Combinado ao extrato de Malva, o xilitol é manipulado em forma de solução oral, que deve ser diluída em água. É possível manipular com o aroma e sabor preferido do pet!

Na DrogaVET, todos os medicamentos são manipulados com a máxima qualidade, excelência e precisão. Procure a DrogaVET mais próxima de você e faça o seu orçamento!


(+) FAÇA SEU PEDIDO!

Clique aqui


 

VEJA MAIS E SE INSCREVA NO CANAL: DrogaVET – Saúde Animal

Veja outros artigos nas mesmas categorias:

Deixe uma resposta