Artigos

Traqueobronquite canina: o que é, como tratar e prevenir

drogavet-traqueobronquitecanina

Você já ouviu falar na Tosse dos Canis? Essa é a forma popular como é conhecida a Traqueobronquite canina. Recebe este nome, pela maior incidência em animais que frequentam lugares com alta densidade populacional, como canis, pet shops, hotéis e clínicas.

Esta doença apesar de ser transmitida facilmente por vírus e bactérias, que se propagam através do ar ou por meio de contato direto, tem a maioria das infecções sendo classificadas como brandas e auto limitantes.

É possível prevenir com vacinas já desenvolvidas para os agentes causadores desta doença, a qual também pode ser facilmente controlada ao utilizar medicação adequada.

Quer saber ainda mais sobre a traqueobronquite canina? Continue a leitura!

 

Afinal, o que é a traqueobronquite canina?

A traqueobronquite canina, também conhecida popularmente por “tosse dos canis”, é uma doença de múltiplos fatores, causada por vários micro-organismos e afeta principalmente o trato respiratório canino, causando traqueobronquite e início súbito de tosse.


(+) Veja mais: Micose canina: o que é?


A doença pode ser causada por diversos agentes, bactérias como a Bordetella bronchiseptica, o herpesvírus canino, vírus da parainfluenza canina ou VPIC, vírus da cinomose, adenovírus caninos (AVC) dos tipos 1 e 2, microplasmas e ureaplasmas. Herpesvírus e reovírus caninos dos tipos 1,2 e 3 também podem participar dessas infecções, embora sejam de menor importância.

A Tosse dos Canis é uma doença sazonal, ocorrendo com mais frequência nos meses frios e secos. Mas pode afetar os cães o ano todo, com menor incidência.

A forma de transmissão mais comum ocorre através do contato direto entre os cães, pelo ar ou através de secreções respiratórias. Porém, também pode ocorrer pelo contato indireto, por exemplo, uma gaiola onde um cão infectado permaneceu pode conter agentes patogênicos que irão infectar o próximo cão.

Animais com o sistema imunológico mais fraco e filhotes têm mais propensão para contrair a doença. A incidência também pode aumentar quando os animais estão em locais com alta densidade populacional e tem contato frequente com outros cães.

 

Sintomas da traqueobronquite canina

O diagnóstico é baseado na história do animal, nos sinais clínicos e na possibilidade de uma possível exposição. Como por exemplo, cães que com frequência convivem em pet shops, canis e hotéis.

O sintoma mais comum é a tosse paroxística curta e repetida, que dura de vários dias a algumas semanas. O que caracteriza e diferencia esta tosse das demais é o som seco, devido à traqueobronquite. A tosse é frequentemente acompanhada de engasgo ou movimentos de esforço de vômito na garganta e pode ser disparada com palpação traqueal ou no ato de puxar a coleira.

 

Como evitar

É possível reduzir as chances de sofrer a infecção mediante o fortalecimento do sistema imunológico, ou seja, cães bem nutridos tem menos chances de contrair a doença.


(+) Veja mais: Clima seco para cães: entenda o perigo


Algumas atitudes também podem reduzir a incidência de infecção:

Em locais que hospedam muitos animais (pet shops, hotéis, clínicas):

  • Isolar os animais infectados.
  • Redobrar os cuidados com a higiene, para evitar a disseminação.
  • Garantir uma ventilação adequada.
  • Usar desinfetantes como o hipoclorito de sódio, clorexidine e solução de benzalcônio.

Em casa:

  • Evitar contato com animais doentes.
  • Consultar o médico veterinário logo que surgirem sintomas da doença.

 

Tratamento da Traqueobronquite canina

Os animais infectados por um único agente são geralmente diagnosticados com a forma branda da doença e também tipicamente auto limitante, com um quadro clínico que dura entre 7 a 14 dias. Mas podem ocorrer também infecções causadas por múltiplos agentes, com consequente agravamento dos sinais clínicos e infecções secundárias, nesse caso o tratamento assertivo e precoce é muito importante.


(+) Veja mais: Leptospirose em cães: o que é, como tratar e prevenir


Cada caso específico deve ser avaliado pelo médico veterinário, a fim de evitar a evolução da doença para a forma mais severa.

Pode ser feito também a prevenção contra a Traqueobronquite canina, que é geralmente indicado para cães que com frequência, tem contato com outros animais. Nesse caso, devem receber vacinação anual.

Consulte um médico veterinário e siga a sua prescrição!

 

Manipulado DrogaVET

Tutor, os medicamentos manipulados trazem mais praticidade, comodidade e econômia, além de garantir um tratamento descomplicado, divertido e eficaz para o animal. O Manipulado DrogaVET® está presente há mais de 14 anos no mercado, promovendo pesquisas científicas e atuando em prol da saúde animal e a conscientização do cuidado com nossa fauna

Se o seu PET estiver precisando de algum medicamento, conte com a gente! Entregamos diretamente em sua casa.


(+) FAÇA SEU ORÇAMENTO – RÁPIDO E FÁCIL! Clique aqui


 

Acesse o canal DrogaVET no Youtube!

VEJA MAIS E SE INSCREVA NO CANAL: DrogaVET – Saúde Animal

Veja outros artigos nas mesmas categorias:

Leave a Reply