Mundo Animal

Nutracêuticos: garantindo a ingestão de todos os nutrientes que o seu pet precisa.

Nutracêuticos

Assim como para os humanos, a alimentação balanceada e rica em nutrientes é a base para a saúde e longevidade dos pets. Por isso, o cuidado na hora de escolher a alimentação dos animais de estimação é fundamental e, felizmente, a qualidade é cada vez mais determinante nesse momento de escolha. Contudo, nem sempre a alimentação vai oferecer sozinha a quantidade ideal de nutrientes para prevenir problemas de saúde, tratar doenças e garantir o bom funcionamento do organismo. Nestes casos, um grande aliado pode ser incorporado na rotina: o nutracêutico.

 

De acordo com Ana Carolina Leal Gama, médica veterinária da DrogaVET, o uso veterinário de nutracêuticos vem sendo cada vez mais estudado, especialmente com o objetivo de dar suporte no tratamento e prevenir o surgimento de patologias. “A ação dos nutracêuticos vai desde o suprimento de minerais e vitaminas essenciais até a proteção contra várias doenças infecciosas e processos inflamatórios. Essas substâncias são capazes de diminuir a ação de radicais livres, o estresse oxidativo e os processos degenerativos, já que atuam como antioxidantes e estimulantes da imunidade”, explica. 

 

Segundo a farmacêutica da DrogaVET, Júlia Macedo, os nutracêuticos são componentes naturais extraídos dos alimentos e das plantas e que podem ser combinados de acordo com a necessidade de cada animal, resultando em fórmulas específicas para agir em determinada deficiência ou prevenção. Eles são indicados principalmente para:

 

  • melhorar o funcionamento do intestino, promovendo saúde gastrointestinal e aumento de imunidade;
  • regular a quantidade de açúcar no sangue, ajudando a controlar e prevenir diabetes;
  • regular os hormônios da tireoide;
  • melhorar a saúde dos ossos;
  • aliviar coceiras e irritações, melhorando a saúde da pele e da pelagem;
  • melhorar a cognição, promovendo maior qualidade de vida aos animais idosos.

 

Além disso, quando os pets se alimentam com comida natural, a suplementação com nutracêuticos torna-se ainda mais importante. “Existem vários micronutrientes necessários para os pets que são difíceis de encontrar nos alimentos em doses adequadas, como o cálcio, o iodo, o selênio, a vitamina D, vitamina B1, vitamina E e vitamina K. Por isso, faz-se necessário e imprescindível a suplementação com nutracêuticos na dieta, mantendo-a sempre equilibrada e apropriada para cada animal, de acordo com a sua fisiologia”, orienta a médica veterinária.

 

A DrogaVET manipula diversos compostos nutracêuticos, que podem ser combinados de forma personalizada, atendendo a necessidade de cada pet. Além disso, o tutor pode escolher entre várias formas e sabores que facilitam a administração do suplemento.  “Os nutracêuticos podem ser manipulados na forma farmacêutica que for de melhor aceitação pelo pet e que apresente maior facilidade de administração pelo tutor, podendo ser cápsula, xarope, suspensão, calda, molho, pasta oral e até biscoito”, explica a farmacêutica Júlia Macedo.

 

Mas atenção: o consumo de quantidades elevadas de nutracêuticos ou a combinação com algumas medicações podem trazer consequências para a saúde do animal. Por isso, seguir rigorosamente as orientações do veterinário e ter um acompanhamento frequente pelo profissional é essencial!

 

Quer saber mais? Conheça a betaglucana, composto nutracêutico que estimula o sistema imune dos pets, promovendo mais saúde e vitalidade.

 


(+) FAÇA SEU ORÇAMENTO – RÁPIDO E FÁCIL!


 

Acesse o canal DrogaVET no Youtube!

VEJA MAIS E SE INSCREVA NO CANAL: DrogaVET – Saúde Animal

Veja outros artigos nas mesmas categorias:

Deixe uma resposta