Artigos

Dicas para aliviar o calor do seu pet no verão

calor_dicas_aliviar_verao_droga_vet-1346x757

Começo de ano é sinônimo de férias, diversão e, é claro, muito calor. Assim como nós, os cães adoram o sol e geralmente tiram alguns minutinhos do dia para aproveitar, o que também é bastante importante para a sua saúde, afinal, os raios de sol ativam a produção da  vitamina D.

 

Porém, os pets também sofrem bastante com as altas temperaturas, principalmente aqueles que possuem pelagem densa e abundante. Esse estado de incômodo que eles passam em decorrência do forte sol pode ocasionar problemas físicos e também problemas psicológicos graves. Sendo assim, é mais do que importante entender como os pets se comportam e os sinais que eles nos passam quando estão incomodados com o calor. Somente dessa forma você, tutor, será capaz de identificar essas situações e atuar em prol do bem-estar do seu melhor companheiro.

 

Por isso, a DrogaVET traz pra você as melhores dicas para aliviar o calor do pet nesse verão. Você irá encontrar desde dicas básicas – que podem até passar despercebidas – até dicas mais detalhadas – e que fazem toda a diferença.

 


(+) Veja mais: O banho dos sonhos! Conheça a novidade Shampoo Em Pó


Continue a leitura e não deixe de compartilhar esse conteúdo com outros tutores!

 

Qual a razão de tanto incômodo?

 

Uma das principais razões é que cachorros e gatos não possuem glândulas (glândulas) sudoríparas em grande quantidade distribuídas pelo corpo. Ou seja, eles suam em partes específicas do corpo. No caso do primeiro, a transpiração ocorre pelas patinhas e a liberação do calor acontece pela boca – por isso eles sempre ficam com a língua de fora quando está muito quente – e no caso dos gatos, a transpiração ocorre também pelas patinhas, no queixo e nos lábios.

 

Então, pelo fato de não possuírem uma liberação de calor mais efetiva – como a dos humanos, por exemplo – as altas temperaturas podem trazer bastante sofrimento. Se você é tutor de cavalos, pode ficar mais tranquilo: os equinos possuem células sudoríparas espalhadas por todo o corpo, mas é claro, isso não exclui a necessidade do cuidado nesse sentido também.

 

Dicas para aliviar o calor do seu pet

 

Assim como nós temos algumas táticas para nos refrescarmos, também há para os pets. Veja abaixo as melhores dicas que separamos para vocês:

 

Não esqueça do necessário: água

 

Os pets procuram sempre se hidratar quando enfrentam altas temperaturas. Algumas espécies ou raças ainda mais do que outras. Por isso, sempre deixe o pote de água cheio para o seu pet e, de preferência, gelada. Em alguns casos, uma compressa de água fria pode ser uma ótima pedida! Prepare uma e passe suavemente no dorso do seu companheiro. Você também pode dar um belo banho no seu companheiro!

 

Horários específicos

 

Por mais que o seu pet seja de uma espécie ou raça que enfrente bem o calor, ainda assim não é recomendado expô-lo ao sol nos horários de pico – entre às 11h e 16h – e muito menos realizar alguma atividade física com ele. Procure passear cedo ou então no final da tarde, e fique atento aos sinais de cansaço – olhar desanimado, língua de fora, respiração ofegante, entre outros. Em casos extremos, volte para casa e hidrate o animalzinho. Em casos de passeios na rua, não se esqueça de checar a temperatura do asfalto. Isso mesmo! Queimaduras nas patinhas são muito comuns nessa estação!

 

Animais com pelagem branca sofrem ainda mais! Não apenas pelo fato dos raios solares incidirem diretamente sobre a pele exposta, como também pela possibilidade de desenvolvimento de câncer de pele. Cães, gatos e cavalos podem desenvolver essa doença nas orelhas e no nariz, e aqueles que gostam de deitar de barriga para cima podem desenvolver também nessa região. Por isso, passe protetor solar especial para animais, principalmente se você mora em uma cidade muito quente.

 

Que tal tosar o seu amigão?

 

Quanto mais pelo, mais calor. Por isso, é uma boa tosar o seu pet caso as temperaturas estejam muito altas. Sabemos que existem raças que a pelagem é o grande charme, mas a saúde vem em primeiro lugar, não é mesmo? E lembre-se: se o seu pet possuir pelos brancos, não deixe de intensificar a proteção com o protetor solar especial, principalmente agora com a pelagem tosada.

 

calor_dicas_aliviar_verao_DrogaVET

 

Atenção redobrada para os idosos, obesos e cardíacos

 

Logicamente, os animais mais debilitados merecem atenção especial. Nesse caso, encaixam-se os idosos, obesos, cardíacos e pets que possuam outras doenças que comprometam o organismo de maneira efetiva. Nós indicamos que todos os cuidados até aqui elucidados sejam seguidos com ainda mais ênfase.


(+) Veja mais: Dermatite Atópica: Dicas de medicamentos manipulados


 

Cuidado redobrado com os cães de focinho curto – braquicéfalos

 

Os cães braquicéfalicos, aqueles que possuem o focinho curto, como o Pug, Boxer, Bulldog, entre outros – possuem grande dificuldade em liberar o calor pela boca e também possuem problemas respiratórios em decorrência do formato reduzido do focinho. Por isso, o impacto do calor é ainda maior, ou seja, os cuidados até aqui levantados devem ser levados ainda mais à risca!

 

O sol não é um grande vilão.

 

Você, tutor, que leu esse nosso conteúdo, pode estar pensando que o sol é um grande vilão para os bichinhos. Porém, é justamente ao contrário! O sol é extremamente importante para o bom funcionamento do organismo e também para a tranquilidade psicológica do pet. Os problemas só aparecem quando em excesso ou quando forçamos demais o organismo dos nossos amigos. Utilize as dicas que passamos para vocês e garantam que eles só tirem os benefícios dos raios solares, principalmente no verão.

Veja outros artigos nas mesmas categorias:

One thought on “Dicas para aliviar o calor do seu pet no verão

Leave a Reply