Artigos

Doenças hormonais em gatos: entenda sobre

Os gatos, assim como os cães também apresentam com bastante frequência as chamadas endocrinopatias. São doenças relacionadas às alterações hormonais, que surgem geralmente com a idade avançada, de forma silenciosa e com sinais inespecíficos. Portanto, muita atenção Tutor! Continue a leitura e entenda mais sobre as doenças hormonais.

Como os hormônios agem

Os hormônios são substâncias produzidas pelas glândulas endócrinas do organismo e são responsáveis pela regulação e bom funcionamento de todos os sistemas dos seres vivos. A função de diversos órgãos dependem direta ou indiretamente destes hormônios, então para manter um organismo equilibrado e saudável , a produção e ação destes hormônios devem também estar equilibrados e saudáveis.

Problemas físicos e até mesmo doenças como Hipertireoidismo e Diabetes, surgem como consequência do desequilíbrio desta produção hormonal. Nos PETs este desequilíbrio pode tornar-se mais evidente, pois são seres que respondem de forma mais instintiva e são mais sensíveis ao comando hormonal.


(+) Veja mais: Você sabia que os gatos também tem dores na coluna?


Da mesma forma como acontece em nós humanos, os bichanos também sofrem com as consequências deste desequilíbrio. Quando alguma endocrinopatia surge eles podem apresentar mudanças em seu comportamento, tornando-se mais cansados, sonolentos ou hiperativos e até mesmo mais agressivos. Alguns quadros de transtornos comportamentais como ansiedade e depressão podem também ser desencadeados pela disfunção hormonal.

Causas das doenças hormonais em gatos

As doenças hormonais em gatos podem surgir de diferentes formas:

  • Adquiridas: ocorrência prevalece em animais mais idosos. É a forma mais natural e ocorre com o tempo.
  • Congênitas: surge por fatores genéticos, são transmitidos geneticamente pelos pais ou alterações durante a formação e gestação.
  • Latrogênicas: surge por uso indevido e prolongado de medicamentos como corticóides e outros, comumente em animais que fazem tratamento contínuo. Também pode ocorrer pelo consumo excessivo de alimentos ricos em açúcares e carboidratos.

Fique atento aos sinais

Muitas vezes os sinais são inespecíficos, porque podem ser causados por diversas doenças e alterações metabólicas. Variações bruscas no peso, dilatação da região abdominal, letargia e sonolência no seu gato são alguns exemplos desses sinais.

De qualquer forma, todas as alterações hormonais devem ser investigadas cuidadosamente, pois os hormônios são muito importantes para manter o bom funcionamento do organismo e bem-estar do animal.


(+) Veja mais: Hiperadrenocorticismo em PETs: como prevenir e tratar


Principais doenças hormonais nos felinos

→ Hipertireoidismo

→ Diabetes

→ Hipotireoidismo

→  Hipoadrenocorticismo

→ Alterações dos hormônios sexuais

Formas de prevenção

A forma congênita pode ser controlada precocemente. Porém, a única maneira é deixando de perpetuar o problema, ou seja, é necessário realizar a castração no animal para que não transmitam a outras gerações. Por isso, os gatos que apresentarem alterações hormonais devem evitar sua reprodução.

Já as formas adquirida e iatrogênica, podem ser evitadas através de alguns cuidados:

–  NUTRIÇÃO:  estes gatos devem ingerir a quantidade de nutrientes necessários e em proporções corretas de acordo com suas necessidades particulares que variam conforme idade, atividade física, peso, e se possuem alguma outra doença concomitante. É importante uma avaliação de um veterinário especialista para indicar uma alimentação balanceada e se for necessário a utilização da suplementação de vitaminas e minerais.

– USO CONTROLADO DE MEDICAMENTOS: conforme já citado, animais que usam determinados medicamentos a longo prazo podem desenvolver a forma iatrogênica de endocrinopatias graves. Portanto, é muito importante o acompanhamento do veterinário para avaliar os riscos e benefícios do uso destes medicamentos para evitar o surgimento de endocrinopatias em gatos.


(+) Veja mais: Insuficiência Renal: como tratar e cuidar do seu PET


Tratamento das disfunções hormonais em gatos

Na grande maioria dos casos, existem tratamentos para estas doenças hormonais em felinos. O desequilíbrio ou ausência da produção de determinados hormônios podem ser tratados com medicamentos específicos. Mesmo em doenças congênitas, é possível estabilizar este controle hormonal.

Outras medidas como dieta, alimentação adequada e atividade física são muito importantes. O tratamento com remédios específicos, aliado a estas medidas complementares é que farão a diferença no resultado do bem-estar e saúde do seu PET.

Vimos que as disfunções hormonais, a saúde e bem-estar do seu PET estão intimamente relacionadas. Por isso, o hábito de levar regularmente seu bichano para uma consulta veterinária é uma conduta importante para garantir uma melhor qualidade de vida para o seu amigo. Apenas o médico veterinário poderá diagnosticar e indicar o tratamento da forma correta e mais precisa.

Manipulado DrogaVET

Tutor, os medicamentos manipulados trazem mais praticidade, comodidade e economia, além de garantir um tratamento descomplicado, divertido e eficaz para o animal. O Manipulado DrogaVET® está presente há mais de 15 anos no mercado, promovendo pesquisas científicas e atuando em prol da saúde animal e a conscientização do cuidado com nossa fauna

Se o seu PET estiver precisando de algum medicamento, conte com a gente! Entregamos diretamente em sua casa.


(+) FAÇA SEU ORÇAMENTO – RÁPIDO E FÁCIL! Clique aqui


Acesse o canal DrogaVET no Youtube!

VEJA MAIS E SE INSCREVA NO CANAL: DrogaVET – Saúde Animal

 

 

Veja outros artigos nas mesmas categorias:

Leave a Reply