Artigos

Doença Hepática Canina: saiba mais sobre

Uma doença hepática canina pode ser mais comum do que se imagina. Quando os cães vão envelhecendo, alguns problemas começam a ocorrer no funcionamento de seu organismo e as doenças começam a surgir, como as doenças no fígado.

O fígado

O fígado é um órgão fundamental no organismo de nosso corpo e no dos cães não seria diferente. Ele possui funções extremamente importante, sendo uma delas a essencial que é remover toxinas do sangue.

Algumas infecções e anomalias podem causar problemas nos órgãos e quando acontecem no fígado caracterizam-se como doença hepática. A hereditariedade também pode contribuir para o desenvolvimento da doença.

Qualquer cão pode sofrer com doença hepática, mas algumas ração são propensas e merecem atenção em dobro, como o Doberman e o Schnauzer.

Sintomas da Doença Hepática

É muito importante sempre observar e cuidar muito bem de seu cão, levando-o em consultar periódicas no veterinário. Caso sinta alguns sinais diferentes e estranhos, esteja em alerta para identificar algum tipo de doença.

Os principais sintomas de uma doença hepática canina são:

  • perda de apetite
  • cansaço
  • perda de peso
  • diarreia ou vômitos
  • sede em excesso
  • alteração na cor da urina (alaranjada)
  • alteração na cor das fezes (cinza pálida)
  • arritmia
  • desânimo, falta de interesse em brincar

Esteja sempre com atenção ao comportamento do seu cachorro e qualquer sinal diferente do normal, procure o veterinário!

Causas da Doença Hepática

Como o fígado desempenha muitas funções e trabalha junto a diversos outros processos do corpo, ele é suscetível a danos que podem ser causados ​​por vários fatores. Alguns dos mais comuns são:

  • dieta pobre ou desequilibrada
  • infecção bacteriana
  • trauma
  • prescrição de medicamentos
  • substâncias nocivas no meio ambiente
  • durante a vacinação
  • inflamações (cinomose, hepatite, cirrose)
  • obesidade e diabetes

Portanto, manter a saúde em dia do seu cão poderá preveni-lo de doenças mais graves como a doença hepática canina.

Tratamento

O tratamento para doença hepática canina pode ser bem útil e importante, já que o fígado é o único órgão capaz de regeneração completa. Em caso de suspeita de doença hepática, consulte urgentemente o veterinário! Para saber como poderá ser o tratamento, de forma básica, acompanhe a seguir:

  • Mudanças na dieta: algumas alterações podem ser necessárias para fornecer uma quantidade adequada de energia e nutrientes que contribuem com a regeneração de células do fígado. Além disso, vitaminas diárias e suplemento mineral podem ajudar muito;
  • Medicação: se a doença foi causada devido a uma infecção bacteriana, antibióticos devem ser prescritos e um acompanhamento médico periódico até que o fígado esteja funcionando normalmente;
  • Remédios naturais: algumas vezes os tratamentos homeopáticos e fitoterápicos também podem ser utilizados graça às suas propriedades antibacterianas e anti-fúngicas.

Vale ressaltar que o fígado é um órgão muito importante que controla várias funções do corpo. Se você suspeita que seu cão está sofrendo com alguma doença hepática, é extremamente aconselhável que você não administre nenhum tipo de tratamento por conta própria. Procure sempre um veterinário!

 

Matéria publicada no Blog Geração PET. Cliquei aqui e leia na integra.

Veja outros artigos nas mesmas categorias: